Museu do Cante Alentejano, Serpa

A conclusão deste museu culmina o dossier de inscrição do Cante enquanto Património Imaterial da Humanidade, na Unesco. Organizado e coordenado pela Câmara Municipal de Serpa, com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Museu do Cante Alentejano agrega as antigas valências e espaços da Casa do Cante com o novo centro interpretativo. Com design, cenografia e museografia do Atelier, este projecto contou com a investigação e textos do antropólogo Paulo Lima, a arquitectura/recuperação do espaço do Atelier 405 (João Abreu, Anabela Coelho), design de luzes de Raúl Serafim e Fotografias do Arquivo da Câmara Municipal de Serpa, António Cunha, Augusto Brázio, João Ribeiro & FAUX, José Brízido/ DA, Maria Moreira e Nicola Di Nunzio. Para além de várias instalações museográficas em que o reportório sonoro é importante, um dos pontos essenciais da visita,  é a “Box do Cante”, idealizada para, numa sala insonorizada, o visitante poder cantar, lendo as letras das modas, e gravar um depoimento para exibição futura na aplicação multimedia!